Inicio Destaque TOP 10: FILMES BIZARROS COM GRANDES ATORES

TOP 10: FILMES BIZARROS COM GRANDES ATORES

Prepare-se para muita vergonha alheia.

157
0
COMPARTILHE

O que alguns atores não fazem por um cachê? Há muitos casos de atores hoje grandes que participaram de filmes questionáveis em sua juventude para ajudar a construir uma carreira. Há atores que participaram de filmes questionáveis para tentar reerguer sua carreira e outros que participaram desses filmes porque… bem, nem eu consigo imaginar o porquê.

O que podemos concordar é que esses atores hoje devem olhar para esses filmes e sentir arrepios de vergonha pela espinha. Vamos relembrar aqui alguns casos que se encaixam no descrevi ainda há pouco. Seja para construir uma imagem, renová-la ou… passar o tempo (?), os filmes a seguir colocaram alguns dos melhores atores de Hollywood em uma situação embaraçosa.

Ben Kingsley – Bloodrayne

Um ator respeitado e aclamado como Ben Kingsley em um filme de um dos piores diretores da história? Eis uma combinação que ninguém imaginaria ou sequer cogitaria. Aqui, Kingsley interpreta Kagan, rei dos vampiros, que está determinado a encontrar artefatos que o transformarão no vampiro mais poderoso do mundo. Mais clichê impossível. As cenas de Kingsley são curtas e a performance do ator parece sugerir que ele está aí contra a sua vontade. Para os interessados em filmes tão ruins que são bons, Bloodrayne pode ser a sua pedida. No geral, o longa é só mais uma tragédia na carreira de Uwe Boll e qualquer um envolvido. O filme foi indicado a seis Framboesas de Ouro, incluindo Pior Ator Coadjuvante para o próprio Kingsley.

Jake Gyllenhaal – Jimmy Bolha

Jake Gyllenhaal é sem dúvidas um dos atores mais respeitados de sua geração graças a filmes como O Abutre e O Segredo de Brokeback Mountain. Mas quando olhamos para seu currículo antes da fama, encontramos pérolas como Jimmy Bolha. Nessa comédia de 2001, ele interpreta um rapaz que nasceu sem imunidade, e por isso, precisa viver em uma bolha de plástico. A premissa já havia sido explorada com John Travolta nos anos 70, mas esse filme consegue elevar a bizarrice. Nosso protagonista, que está em uma jornada para impedir que seu grande amor se case com outro, acaba esbarrando com trupes de circo, um culto e uma gangue de motoqueiros enquanto atravessa o país vestido em uma roupa de bolha! Pessoalmente falando, esse aí está na minha lista de guilty pleasures (aqueles filmes que a gente sabe que é ruim, mas curte de qualquer jeito).

O elenco inteiro – Para Maiores

Como um filme desses conseguiu ser produzido? E com atores como Hugh Jackman, Kate Winslet, Halle Berry, Chris Pratt, Anna Faris, Richard Gere, Emma Stone e metade de Hollywood??? Essa comédia de esquetes foi obra Peter Farrelly, responsável por alguns clássicos dos anos 90 como Debi & Lóide e Quem Vai Ficar Mary? e o recente vencedor do Oscar Green Book – O Guia. Ele também é o responsável pela inesquecível imagem de Hugh Jackman com um testículo no pescoço! Tudo começou quando Jackman e Kate Winslet aceitaram participar de uma das esquetes, e com a presença desse poderoso duo de atores, outros grandes nomes se ofereceram sem ao menos saber do que se tratava o longa. Richard Gere foi um dos atores que tentaram desistir do filme alegando conflito de agenda, no entanto, os produtores foram pacientes, filmando as esquetes ao longo de anos para esperar a disponibilidade de alguns atores e até mesmo mudando a locação para acomodar Gere ao projeto. Para Maiores não só foi um fracasso de bilheteria, com o elenco inteiro se recusando a promover o longa, mas foi considerado um dos piores filmes da década.

George Clooney – Tomates Assassinos

Muito antes de ser o ator/diretor respeitado e aclamado que é hoje – e bem antes mesmo de se tornar um astro da TV com a série ER – George Clooney participou de algumas produções nos anos 80 que fazem Batman & Robin parecer um avanço de carreira. Um dos mais notáveis (e bizarros) é a comédia de terror O Retorno dos Tomates Assassinos. Sim… retorno. Alguém quis uma sequência para um filme sobre tomates assassinos. Aqui, um cientista maluco tenta dominar o mundo com a ajuda de seus vegetais assassinos. Clooney e Anthony Starke interpretam dois pizzaiolos que se recusam a usar tomates em suas receitas. Por mais absurda que seja a ideia do filme (que ganhou mais sequências depois desse), pelo menos Clooney parecia estar se divertindo.

Ben Affleck – Contato de Risco

Lembram-se de quando Ben Affleck e Jennifer Lopez eram um casal na vida real e eram a maior sensação dos tabloides? Pois quando os dois decidiram se transformar num casal na frente das câmeras, as coisas não deram certo. Considerado um dos piores filmes dos anos 2000 – e uma das piores comédias de todos os tempos – Contato de Risco acompanha um criminoso (Affleck) que recebe a tarefa de sequestrar o irmão de um promotor, mas acaba sendo forçado a juntar forças com a personagem de Lopez. Affleck e Lopez não tem qualquer química em tela, e o que era para ser uma comédia com gangsteres, torna-se um comédia romântica completamente bizarra. Além de explorar um personagem deficiente mental para fins cômicos, o filme ainda cria um romance forçado entre um homem hétero e uma lésbica, o que não agradou a comunidade LGBT.

Michael Caine – Tubarão 4 

No quarto (e de longe o pior) filme da franquia iniciada por Steven Spielberg, a viúva do protagonista Martin Brody, Ellen, é perseguida por um tubarão que está em busca de vingança pela morte do tubarão do filme original. Se você conseguiu ler essa sinopse sem revirar os olhos, meus parabéns. A produção foi uma verdadeira bagunça e o terceiro ato foi refilmado às pressas, e por conta das refilmagens, Michael Caine não pôde comparecer à cerimônia do Oscar para receber a estatueta por seu trabalho em Hannah e suas Irmãs. Quando foi perguntado se chegou a assistir ao filme, Caine respondeu: “Eu nunca vi, mas por todas as contas é terrível. No entanto, vi a casa construída por causa dele e é ótima”.

John Travolta – A Reconquista

Um fato conhecido sobre John Travolta é que ele é um cientologista devoto. Na tentativa de capturar a atenção do público para sua religião, Travolta decidiu produzir e estrelar em uma adaptação de um dos livros do fundador da Cientologia, L. Ron Hubbard. O ator estava tão confiante com o projeto que chegou a dizer que o filme seria melhor que Star Wars e afirmou que o roteiro era “A Lista de Schindler das ficções-científicas”! Não foi. A Reconquista é considerado um dos piores filmes de todos os tempos e levou sete Framboesas de Ouro, tornando-se um dos maiores “vencedores” da infame premiação. Nos anos seguintes, o longa continuou arrebatando prêmios, levando a estatueta de Pior “Drama” dos primeiros 25 anos da premiação em 2005 e Pior Filme da Década em 2010.

Robert Downey Jr. – Soltando os Cachorros

Hoje em dia, Robert Downey Jr. é um dos maiores astros do mundo graças à sua performance como Tony Stark/Homem de Ferro. No entanto, a carreira do ator passou por uma verdadeira montanha-russa nas últimas décadas. Os anos 90 começaram bem para Downey, que vinha de uma indicação ao Oscar pela cinebiografia Chaplin. No entanto, o fim dessa década viu o declínio do ator, que se envolveu com drogas e acabou preso. Tentando se reerguer nos anos 2000, ele explorou vários gêneros e – apenas dois anos antes de cair nas graças da Marvel Studios – participou de Soltando os Cachorros. Aqui, ele interpreta um cientista maléfico que tenta encontrar a fonte da juventude através de experimentos em um cachorro imortal. Mas quando o cão morde seu personagem, somos levados à cena mais lamentável do ator no longa. O cientista acaba começa a se transformar em um cachorro em pleno tribunal e faz alguns truques caninos, como pegar um graveto com a boca.

Robert DeNiro – As Aventuras de Alceu e Dentinho

Robert DeNiro não era um ator que se aventurava muito no gênero da comédia, mas quando começou, entregou alguns de seus piores filmes. Eis um dos casos mais infames de sua lendária carreira: As Aventuras de Alceu e Dentinho. Nessa adaptação da famosa série animada dos anos 60, DeNiro interpreta uma espécie de vilão nazista de forma bem cartunesca. Considerando que se baseia em um desenho, parece adequado, não é? Mas ainda assim, não deixa de ser bizarro. Por incrível que pareça, esse foi um projeto pelo qual DeNiro era apaixonado e lutou para ver realizado.

Al Pacino – Cada um Tem a Gêmea que Merece

Vimos muitos casos nessa lista de grandes atores que acabaram estrelando em produções bizarras muito antes de chegarem ao estrelato. Então, como explicar Al Pacino em Cada um tem a Gêmea que Merece? Em uma performance bizarra (que deve causar arrependimento no ator até hoje), Pacino interpreta ele mesmo e fica completamente apaixonado por Jill, que é basicamente Adam Sandler travestido. Ele inclusive canta e dança para um comercial do Dunkin’ Donuts que ficará marcado como o ponto mais baixo de sua gloriosa carreira. Pacino acabou levando o Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante pela comédia.

E você? Que filmes acrescentaria à essa lista? Deixe nos comentários.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando