Inicio Destaque TOP 10: CAMILA REVELA SEUS FILMES MAIS ESPERADOS DE 2018

TOP 10: CAMILA REVELA SEUS FILMES MAIS ESPERADOS DE 2018

Que venham muitos heróis, animações e cinebiografias.

157
1
COMPARTILHE

Quando parei para montar minha lista, percebi algo curioso e que poucas vezes me aconteceu. Notei que muitos filmes atraíram minha curiosidade, mas nem tantos esse ano me deixaram ansiando pela estreia. 2018 chega com muitas promessas e há vários casos que eu espero que me surpreendam. Quem acompanha o site já sabe que super-heróis são meu ponto fraco, mas por mais que Os Novos Mutantes ou Homem-Formiga e Vespa não tenham entrado na lista, ainda torço por algo único. Ainda que 2018 nos reserve cerca de dez filmes de super-heróis (incluindo animações), garanto que há mais do que isso por aqui. Eu diria que meus filmes mais antecipados se resumem a isso: heróis, animações e cinebiografias.

Venham conferir…

10 – Eu, Tonya

Craig Gillespie não é um diretor dos mais regulares quando se trata de qualidade. Uma hora ele entrega algo medíocre como Em Pé de Guerra, outras faz algo único como A Garota Ideal. Do momento em que esse filme foi anunciado, parecia que seria o segundo caso. Baseado em um dos maiores escândalos da história da patinação artística, o filme traz Margot Robbie (Esquadrão Suicida) como Tonya Harding, um papel que lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro e pode lhe render uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz. Não podemos esquecer de Allison Janney (da série Mom), que interpreta a mãe da patinadora e também recebeu uma indicação. Nesse caso, espero algo irreverente, com grandes performances e o bom e velho humor negro. 

09 – The Irishman

Martin Scorsese voltando aos filmes de gangsteres com um elenco que inclui Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel? Isso já seria o bastante para me deixar mais do que curiosa, mas o que realmente colocou essa produção na lista foi o fato de que o diretor pretende usar computação gráfica para criar versões mais jovens do seu elenco em vez de escalar outros atores. Sim, recentemente vimos casos onde isso pode não dar muito certo, como no mais recente Piratas do Caribe, mas também pode dar muito certo, como em Guardiões da Galáxia Vol. 2. Quero acreditar que será como no segundo caso. Um grande filme, com um diretor lendário e um excelente elenco sendo aproveitado ao máximo.

08 – Aquaman

Por mais que pareça que as coisas estão desandando cada vez mais para o universo cinematográfico DC, minha razão para colocar Aquaman nessa lista se resume a uma pessoa: James Wan. Por mais que sua especialidade seja terror, Wan mostrou em Velozes e Furiosos 7 que é um bom diretor independente do gênero. Outra coisa que me deixa confiante é seu amor pelo personagem, pois ele nunca cogitou deixar a produção, mesmo quando vários outros diretores abandonavam filmes do universo DC, como Ben Affleck com The Batman ou Rick Famuyiwa com The Flash. Não arrisco apostar minha fichas e dizer que Aquaman será o filme que salvará o universo DC, mas ele pode com certeza trazer algo de novo ao gênero e, por mais que tenha deixado a desejar em Liga da Justiça, Jason Momoa pode mostrar que os dias de zoar com o Aquaman ficaram para trás.

07 – Viva: A Vida é uma Festa

As animações da Pixar costumam ser eventos fixos no meu calendário cinematográfico, e esse ano não será diferente. O primeiro filme de 2018, Viva – A Vida é uma Festa, vai explorar o tradicional Dia de los Muertos, do México, onde o filme já bateu recordes de bilheteria. Lee Unkrich se mostrou uma revelação dentro da Pixar ao dirigir Toy Story 3, e pode levar seu segundo Oscar de Melhor Animação por esse filme, que já é visto como o grande favorito. Vindo de tal estúdio, espero um lindo visual, personagens marcantes e uma história tocante.

06 – Bohemian Rhapsody

Sou fã de carteirinha do Queen, sinhinhô! Quem pode não ser fã de uma das maiores bandas de rock da história? Por muitos anos, vinha acompanhando o tumultuado desenvolvimento do filme da banda, que teria Sasha Baron Cohen como Freddie Mercury. Por mais que sua saída tenha me decepcionado, Rami Malek já provou (e muito) na série Mr. Robot que tem talento de sobra para interpretar o vocalista do Queen. E para ser sincera, quando fomos apresentados à primeira foto do ator como Mercury… meu queixo caiu! Um ponto que me preocupa no filme é a demissão do diretor Bryan Singer. Estava feliz em vê-lo finalmente voltar aos dramas depois de passar mais de uma década fazendo filmes de super-heróis, mas considerando que grande parte do longa já havia sido concluída quando ele deixou o projeto e que seu substituto, Dexter Fletcher, se mostrou competente com Voando Alto, quero manter minhas esperanças por um filmaço.

05 – Pantera Negra

O Pantera Negra de Chadwick Boseman já chegou detonando em Guerra Civil e me deixou bastante curiosa com o que poderíamos ver em seu filme solo. Mas minha curiosidade só aumentou quando Ryan Coogler, diretor do excelente Creed – Nascido Para Lutar, foi trazido para comandar o longa. Não só ele foi o primeiro diretor afro-americano a comandar um filme da Marvel Studios, mas é um SENHOR diretor, basta ver essa incrível luta feita em uma tomada em Creed. Não bastasse isso, o filme ainda conta com um dos elencos mais prestigiados que a Marvel reuniu até hoje, que inclui Lupita Nyong’O (12 anos de Escravidão), Michael B. Jordan (Creed – Nascido Para Lutar), Danai Gurira (a Michonne de The Walking Dead), Martin Freeman (da trilogia O Hobbit), Forest Whitaker (Rogue One – Uma História Star Wars), Daniel Kaluuya (Corra!), Angela Bassett (da série American Horror Story) e Sterling K. Brown (da série This is Us). Espero um filmaço!

04 – Artista do Desastre

Vou ser sincera, The Room é um filme que me fascina. Considerado um dos piores filmes da história do cinema, esse “drama” de Tommy Wiseau se tornou um clássico cult com uma legião de fãs. Aqui, seremos tratados com uma adaptação de The Disaster Artist, livro do ator Greg Sestero sobre sua experiência com toda a produção e o próprio Wiseau. A ideia apenas já havia me cativado, mas ao ver o primeiro teaser e a perfeição da performance de James Franco como Wiseau, tive certeza de que seria um filme genial. Mal posso esperar para descobrir em Artista do Desastre os bastidores de alguns dos momentos mais icônicos desse fiasco cinematográfico, mas também, de talvez entender um pouco o que se passava na mente de Wiseau, que com certeza desperta a curiosidade de qualquer um que tenha tido a curiosidade ou coragem de assistir The Room.

03 – Deadpool 2

Depois do primeiro filme, Ryan Reynolds ficou para sempre marcado como um dos raros atores que parecem ter nascido para interpretar um determinado super-herói, e nesse caso, não há mais ninguém que poderia interpretar Deadpool melhor do que ele. A campanha de marketing da sequência já começou genial, entregando pouco sobre o filme, mas vendendo de sobra a irreverência do mercenário tagarela e sempre fazendo com que os fãs peçam por mais. Dessa vez, veremos Deadpool com uma de suas mais famosas parcerias dos quadrinhos: Cable, interpretado por Josh Brolin. O contraste entre a seriedade de um e o atrevimento do outro deve render momentos hilários, sem falar que esse filme pode abrir o caminho para o X-Force. No entanto, com a Fox sendo comprada pela Disney, fica difícil imaginar o futuro, apenas que Deadpool ainda estará lá (ainda bem!).

02 – Os Incríveis 2

Por mais que (como eu disse na introdução) eu seja muito fã de filmes de super-heróis, essa não é a razão de eu ter colocado esse filme na lista. Tivemos uma sequência para Procurando Nemo, Monstros S.A. (ok, prelúdio) e duas para Carros e Toy Story! No entanto, de todos os filmes já lançados pela Pixar, sempre achei que Os Incríveis era o que mais merecia uma sequência – e nesse caso, estivemos esperando por 14 anos! Além de nos ter apresentado a personagens cativantes, a construção de mundo feita no primeiro filme possibilita que uma infinidade de histórias seja contada. Mas outro fator a ser levado em conta é o retorno do diretor e roteirista do filme original, Brad Bird, um dos melhores cineastas a passar pela Pixar. Some tudo isso à atual febre dos super-heróis, e dá para entender o porquê dessa animação ser tão aguardada.

01 – Vingadores: Guerra Infinita

Não dava ser outro! Em Guerra Infinita, entramos no início da culminação de tudo o que o universo cinematográfico Marvel vinha construindo desde que começou dez anos atrás. Todos os heróis que foram apresentados até hoje estarão aqui e aquele que promete ser o grande vilão de todo esse universo, Thanos, finalmente vai deixar de fazer apenas pontinhas e vai mostrar a que veio. Se o primeiro trailer conseguiu se tornar o mais assistido da história, acredito que não sou a única que está contando os dias para ver esse evento épico!

Menção honrosa – Jogador Número Um

Fazia muito tempo que não víamos Steven Spielberg fazer um filme com uma temática voltada para o público jovem. Aqui, ele pega um clássico da literatura de ficção-científica, coloca o próprio autor como roteirista e coloca uma chuva de referências nostálgicas da cultura pop que com certeza muita gente já tentou procurar nos trailers, que dirá no filme. Estou muito curiosa para ver o resultado final.

Confira também as listas de Thiago César e Gil Victor.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando