Inicio Gênero Ação OPERAÇÃO FRONTEIRA – CRÍTICA

OPERAÇÃO FRONTEIRA – CRÍTICA

Com um elenco estelar, o novo thriller da Netflix poderia facilmente estar nos cinemas.

255
0
COMPARTILHE

Não há dúvidas de que a grande aposta da Netflix para o primeiro trimestre de 2019 seja Operação Fronteira. É notório também o investimento altíssimo em produção e elenco. Um elenco estelar, diga-se de passagem. Ben Affleck, Oscar Isaac, Pedro Pascal, Charlie Hunnam e Garreth Hedlund compõem um grupo de ex-militares das forças armadas estadunidenses que estão dispostos a encarar profundas questões morais ao entrarem de cabeça numa missão para executar um poderoso chefão do narcotráfico sul-americano, e de quebra, levar sua imensurável fortuna como prêmio.

Diretor dos ótimos Até o Fim e O Ano Mais Violento, JC Chandor, nos traz mais uma vez uma chamada pela reflexão sobre nossos atos e valores. Chandor adora nos colocar neste escopo, talvez afim de que saíamos da cadeira de juízes e possamos analisar também as entrelinhas, mostrando os tons de cinza que existem além do preto e branco. E isso vai se tornando ainda mais interessante pela opção de levantar essas questões dentro de um filme de ação. O resultado final disso é que temos um filme com um ritmo bem equilibrado entre momentos de calmaria, tensão e frenesi (nesse ponto lembrando muito a Sicario), com excelentes sequências de ação de te fazer dar pulinhos na cadeira.

A trilha sonora supervisionada por Lars Ulrich, do Metallica, que conta com clássicos do próprio Metallica, Pantera, Fleetwood Mac e Bob Dylan, é simplesmente um primor. O roteiro escrito por Mark Boal e o próprio JC Chandor é enxuto e coeso, não dando espaço para grandes furos, focando sempre na relação do quinteto principal e procurando estabelecer as grandes diferenças entre eles. A única ressalva é que talvez os pouco mais de 120 minutos não tenham sido suficientes para gerar uma empatia maior entre o espectador e todos os protagonistas. O que de certa maneira se equilibra, já que temos um elenco conhecidamente carismático e talentoso.

Operação Fronteira nutriu e alcançou tão bem as expectativas impostas que poderia ser visto facilmente e com muito prazer nas telonas de um cinema. Que a gigante do streaming possa continuar nos brindando com excelentes filmes, como tem feito desde o segundo semestre de 2018.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando