Inicio Gênero Aventura FIM DO MUNDO – CRÍTICA

FIM DO MUNDO – CRÍTICA

Produção da Netflix dirigida por McG carece, principalmente, de personalidade.

172
0
COMPARTILHE

Emular ideias e conceitos não é nenhuma novidade, não apenas no mercado cinematográfico, mas como também em diversas outras mídias. O desafio está em principalmente conseguir fazer isso bem. Em Fim do Mundo, o experiente diretor americano, McG (Exterminador do Futuro: A Salvação/ As Panteras) tenta por diversas vezes combinar o estilo Spielberguiano de contar histórias juvenis com seu jeito cômico e urgente. Porém longe de possuir a mesma qualidade de sua fonte de inspiração.

Fim do Mundo conta a história de um grupo de pré-adolescentes que se conhecem numa colônia de férias e terão de enfrentar uma invasão alienígena em alta escala que ameaça destruir a vida na Terra. Temos então o nerd ruivo retraído, a asiática misteriosa, o negro piadista e o garoto mais velho e mais experiente. Enfim, um clichê atrás do outro.

O roteiro de Zack Stentz (X-Men: Primeira Classe) mira em filmes como Os Goonies e Super 8, mas não consegue gerar em nós a mesma empatia. E o problema não é o elenco, que por sinal é bastante talentoso, mas a falta de profundidade, que é absurdamente notória. Fim do Mundo tenta ser cômico, mas não consegue. Tenta também por vezes manter a pegada thriller, que também nunca é alcançada e some isso a qualidade e qualidade dos efeitos visuais, que beiram o tosco. A trilha sonora genérica de Bear McCreary (da série Outlander) e a fotografia sem inspiração de Shane Hurlbut (Exterminador do Futuro: A Salvação) também não ajudaram em nada.

Após todos esses pontos negativos que já foram apresentados, nos resta rir com as diversas referências citadas: E.T. – O Extraterrestre, Gladiador, Uma Noite de Crime. Algumas são geniais, mas não a ponto de salvar a lavoura. Esperava pelo menos um bom filme vindo de McG, mas a expectativa foi absurdamente frustrada. Por muitas vezes não entendia e não sabia se era para rir ou para chorar.

Um fim de mundo realmente trágico esse que veio para nós.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando