Inicio Gênero Drama EXTINÇÃO – CRÍTICA

EXTINÇÃO – CRÍTICA

Roteiro criativo e direção caótica resultam em uma decepção.

391
0
COMPARTILHE

O maior serviço de streaming no mundo, a Netflix, continua sua empreitada de adquirir filmes que não chegariam às telas do cinema e iriam direto para o mercado de home video. Grande exemplo disso foi The Cloverfield Paradox, um projeto que teve diversos problemas durante a sua produção e mostrou ser um investimento arriscado nas telonas. Então, vem a Netflix, compra o produto e lança na sua plataforma de sucesso. Da mesma forma é o caso do Extinção.

O filme começa como tantos outros do mesmo naipe: um pai que tenta proteger a sua família de uma iminente invasão alienígena. O queridinho do momento, Michael Peña, aqui vive esse pai atormentado por visões da catástrofe que virá. Peña consegue desempenhar de forma competente a dramaticidade exigida para tal. E nada mais. A já bem experimentada Lizzy Caplan também está apenas OK como a esposa do protagonista. E mais uma vez, como todo filme que iria direto para o mercado doméstico, a produção peca num quesito fundamental para qualquer ficção que se preze: Efeitos visuais. Parece até que estou sendo repetitivo, mas não da pra engolir um CGI meia boca como o de Extinção. Já vimos filmes independentes mostrarem como fazer isso bem mesmo com recursos limitados. No momento chego até a crer que simplesmente estão subestimando o olhar do espectador.

Outro problema é a direção de Ben Young, com cenas de ação confusas e pouco inteligíveis. O talento dos atores escalados também me pareceu não ter sido explorado de maneira satisfatória, como no caso de Mike Colter, o Luke Cage da Marvel/Netflix, atuando no automático. Poderia ter rendido bem mais. Porém, mais uma vez temos um roteiro bastante criativo. Spencer Cohen é responsável por um excelente plot twist que vai deixar os fãs de ficção científica muito contentes. É claro, os que conseguirem a façanha de chegar até o 3º ato da história. Como todos já ouviram falar, de boas intenções o inferno está cheio.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando