Inicio Gênero Ação ESPECIAL: DEZ VERSÕES ALTERNATIVAS DO HOMEM-ARANHA

ESPECIAL: DEZ VERSÕES ALTERNATIVAS DO HOMEM-ARANHA

Um deles é uma participação secreta em 'Aranhaverso'.

140
0
COMPARTILHE

O mundos dos quadrinhos é vasto e extremamente rico em material, mas que nem todos que acompanham o Homem-Aranha nos cinemas conhece. Desde que o herói passou a dominar as telonas em 2002, não houve muito mais o que saber sobre o protagonista, além do fato de que ele é Peter Parker. Isso até o lançamento de Homem-Aranha no Aranhaverso.

Aqui, não só o bom e velho Peter Parker não é o protagonista como temos várias outras versões do herói que nos estão sendo apresentadas nas telonas pela primeira vez. Algumas delas são pouquíssimo conhecidas pelo grande público. Mas para não deixa-los perdidos, vamos listar aqui dez versões alternativas do Homem-Aranha que você pode querer conhecer. Não só colocaremos aquelas que já foram apresentadas nos trailers, mas incluiremos uma que foi incluída secretamente no filme. Obviamente, não diremos qual, mas um desses personagens pode ter um enorme papel no futuro da franquia.

Vamos conhecê-los!

Miles Morales/Homem-Aranha

Comecemos pelo protagonista de Aranhaverso e uma das mais populares versões alternativas do Aranha. Criado por Brian Michael Bendis e lançado em 2011, Miles Morales é um jovem que também é picado por uma aranha e ganha poderes. O rapaz testemunha uma luta brutal que leva à morte do Homem-Aranha original. Consumido pela culpa de não ter usado seus poderes para ajudá-lo, ele passa a conhecer melhor as pessoas na vida de Peter Parker e torna-se o novo Homem-Aranha. Além de possuir poderes semelhantes ao Homem-Aranha original, Miles também pode se camuflar, possui um ferrão bio-elétrico, fator de cura regenerativo e solta rajadas de veneno. No filme Aranhaverso, o personagem é dublado por Shameik Moore (da série The Get Down).

Gwen Stacy/Spider-Gwen

Gwen Stacy tornou-se famosa por ser um dos principais interessentes românticos de Peter Parker. No entanto, em 2015, foi criado um arco que nos levava a uma realidade alternativa onde ao invés de Peter Parker, Gwen Stacy é que foi mordida pela aranha radioativa, tornando-se a Mulher-Aranha de seu mundo. Tal como o Peter original não conseguiu salvar sua amada Gwen, essa versão de Gwen não conseguiu salvar seu Peter. Seus poderes são semelhantes aos do Homem-Aranha: super-força, agilidade, sentido aranha e possui disparadores de teia. A personagem pode participar de um derivado de Aranhaverso focado em um trio de heroínas, que também deve incluir Mulher-Aranha e Silk. No filme Aranhaverso, a personagem é dublada por Hailee Steinfeld (Bumblebee).

Peni Parker

Peni vive no ano 3145 e foi introduzida nos quadrinhos em 2014 através do one-shot Edge Of Spider-Verse #5 criado por Gerard Way, ex-vocalista do My Chemichal Romance. Depois que um acidente mata seus pais, Peni é adotada por May e Ben Parker. Acontece que os pais dela, assim como May e Ben, estavam trabalhando com o governo para criar SP//dr, um robô gigante controlado por uma aranha radioativa, e acontece que Peni é a única que pode controlá-la. A fim de se comunicar com essa aranha, Peni primeiro tem que estabelecer uma ligação psíquica com ela, o que só acontece quando Peni é mordida por ela. Diferente dos demais dessa lista, Peni não possui super poderes, mas é extremamente inteligente e uma expert em tecnologia. No filme Aranhaverso, a personagem é dublada por Kimiko Glenn (da série Orange is the New Black).

Peter Parker/Homem-Aranha Noir

Como o próprio nome sugere, essa versão adota o estilo noir, subgênero policial conhecido pela estética preto e branca e mundo de criminosos e anti-heróis. Nessa versão, ambientada em 1933, Peter Parker teve seu tio Ben assassinado a sangue frio por Norman Osborn, tem um grupo de aberrações de circo como companhia e faz amizade com o repórter Ben Urich. Durante sua busca por vingança, ele acaba sendo atingido por um artefato místico antigo e africano, e consequentemente ganha misteriosos poderes aracnídeos. Na versão original de Aranhaverso, o personagem é dublado por Nicolas Cage (Motoqueiro Fantasma).

Peter Porker/Porco-Aranha

Essa paródia antropomórfica do Homem-Aranha foi uma de várias versões de heróis antropomorfizados que foram lançados na Marvel Tails Starring Peter Porker, the Spectacular Spider-Ham nº1. Peter Porker nasceu uma aranha, cujo nome era simplesmente Peter. Ele morava no porão do laboratório de May Porker, uma porquinha cientista meio desastrada que havia criado “o primeiro secador de cabelo a energia atômica”, com a esperança de introduzir a fissão nuclear nos salões de beleza americanos e revolucionar a indústria cosmética. Depois de molhar a cabeça e ativar o secador, May Porker acidentalmente se irradiou e, num estado de confusão mental, mordeu Peter, que então se transformou em um suíno antropomórfico, à imagem de May Porker. Fugindo desorientado, Peter logo descobriu que retinha suas habilidades aracnídeas. Dali em diante, ele se transformou no Porco-Aranha. No filme Aranhaverso, o personagem é dublado pelo comediante John Mulaney.

Miguel O’Hara/Homem-Aranha 2099

Criado por Peter David e Rick Leonardi, Miguel O’Hara, um brilhante engenheiro da corporação moralmente ambígua Alchemax, que o droga quando ele tenta deixar a empresa depois que uma cobaia humana morre. Enquanto Miguel tenta se livrar da droga em seu organismo, que só a Alchemax controla, um funcionário invejoso sabota seu experimento, fazendo com que seu DNA se misture com o de uma aranha. Sendo meio irlandês, meio mexicano, seu uniforme é uma fantasia do Dia de los Muertos. Miguel costuma ser uma pessoa reservada, confiando apenas em Lyla, sua inteligência artificial. Além de ser mais forte e rápido que o Homem-Aranha tradicional, Miguel produz teia orgânica, possui presas que secretam veneno e dois ferrões em cada antebraço. Seus olhos também são mais sensíveis à luz, por essa razão, ele costuma agir mais á noite.

Ben O’Reilly/Aranha Escarlate

O personagem foi criado a partir do DNA de Peter Parker para lutar contra ele como parte do plano do Chacal, que culpava o Homem-Aranha pela morte de Gwen Stacy.  Após se virar contra seu criador, ele adota o nome Benjamin Reilly (sendo Benjamin, de tio Ben e Reilly, o nome de solteira da tia May) e se torna o Aranha Escarlate. Ben chega a acreditar ser o verdadeiro Peter Parker, sendo que, mais tarde, o próprio Parker também se convenceu disso. Baseado nesse e em outros fatores, como a gravidez de Mary Jane Watson, Ben Reilly foi levado a assumir o uniforme e a alcunha de Homem-Aranha enquanto Peter Parker partia com Mary Jane para Portland para viver uma vida comum. Mas após uma luta com o Duende Verde, Ben é mortalmente ferido é começa a se desintegrar, descobrindo ser na verdade, o clone. O verdadeiro Peter retorna, com Mary Jane prestes a dar a luz, vence a luta e consegue ouvir as últimas palavras de Ben, que disse:“cuida bem da minha “sobrinha” e fala do Tio Ben”.

Cindy Moon/Silk

Criada por Dan Slott e Humberto Ramos, Cindy Moon era uma estudante do colegial que foi mordida pela mesma aranha que deu poderes a Peter Parker. No entanto, a jovem acaba sendo presa em um depósito por ordens de Ezekiel Sims, que alega querer protegê-la. Ao ser libertada pelo Homem-Aranha, Cindy cria um uniforme e torna-se a heroína Silk. Ela possui os mesmos poderes que o Homem-Aranha, no entanto, seus reflexos e sentido aranha são mais ágeis e ela pode atirar teias orgânicas pelas pontas de seus dedo, que ela também pode transformar em garras.

Jessica Drew/Mulher-Aranha

Diferente dos demais heróis dessa lista, Jessica Drew não tem ligação direta com o Homem-Aranha, apesar de seu codinome. Ela cresceu na fictícia Transia, ao lado de seus pais. No entanto, a longa exposição à radiação que assolava o lugar deixou Jessica doente. Seu pai, um geneticista, criou um soro regenerativo a partir do DNA de aranhas, mas não parecia funcionar rápido o bastante. Ele então a leva até o Alto Evolucionário, considerado o maior geneticista do Universo Marvel, que a coloca numa câmara de aceleração genética que a deixa em estase por décadas, retardando seu envelhecimento. Ela acorda com poderes, assustada, ressentida e sem lembranças de seu passado. Jessica é recrutada por um agente da HIDRA, que a ensina a usar seus poderes e a transforma em uma assassina perfeita. Mas ao descobrir as verdadeiras intenções da organização, ela se rebela e se torna a Mulher-Aranha.

Otto Octavius

Não, você não leu errado. Em um arco extremamente divisivo de 2013, o vilão Doutor Octopus estava morrendo e conseguiu transferir sua consciência para o corpo de Peter Parker, conseguindo acesso a todas as suas habilidades e, especialmente, suas memórias. Ele passa a entender por que Parker foi obrigado a lutar por justiça, e consumido por sua obsessão para provar que ele era melhor do que seu antigo inimigo, Doc Ock se propõe a ser um “Homem-Aranha” superior. No entanto, depois é revelado que a consciência de Peter ainda estava dormente dentro de sua mente, e estava forçando Octavius ​​a questionar seus métodos brutais de combate ao crime. Percebendo que Peter Parker é verdadeiramente o homem “superior”, Octavius ​​se sacrifica para que a consciência de Peter possa retomar o controle de seu corpo.

Que outras versões do Homem-Aranha você recomendaria? Deixe nos comentários.

Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando
Anuncie no Cinemaginando